O Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCM-GO) mandou suspender a licitação da venda da folha de pagamento dos servidores de Goiânia. A decisão, do conselheiro Sérgio Antônio Cardoso de Queiroz, acolhe o pedido de medida cautelar do Ministério Público de Contas (MPC) do tribunal, que questiona a previsão de que o Instituto de Previdência dos Servidores do Município de...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários