Uma advogada de 33 anos que estava grávida de gêmeas morreu com suspeita de dengue, em Goiânia, na última sexta-feira (6). As bebês também morreram. A mulher morava em Silvânia e era presidente da Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da cidade. A causa da morte é investigada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO), por meio do Comitê d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários