Como já é característico desta época do ano, Goiás apresenta tempo seco e temperaturas elevadas, apesar de ser inverno. Em julho, o calor e a umidade relativa do ar na casa dos 20% castigaram os goianos. Para a agosto, a previsão não deve ser diferente, com tendência de temperaturas acima dos 30° C e umidade do ar cada vez menor.

Conforme explicou o gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo), André Amorim, a massa de ar seco sobre o estado vai ganhando força, fazendo com que a possibilidade de chuvas seja mínima. Contudo, a partir do dia 10, uma massa de ar frio vinda do sul poderá trazer um pouco de umidade para a região sudoeste de Goiás.

Em Goiânia essa possibilidade é bem pequena. A tendência é que o tempo permaneça seco, com diminuição da amplitude térmica, ou seja, manhãs quentes, e tardes mais quentes ainda.

De acordo com o Climatempo, a umidade do ar deve ficar entre 12% e 20% em grande parte do estado nesse período. Conforme mostrado pelo POPULAR anteriormente, essa condição já era esperada para o mês de agosto.

A expectativa para os próximos meses é de possibilidade de chuvas passageiras, mas que não resolverão o problema da seca. Lembrando que, para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o nível ideal de umidade do ar para o organismo humano é entre 40% e 70%.

Confira algumas dicas para amenizar os efeitos do tempo seco

Ao POPULAR, a médica otorrinolaringologista, Larissa Camargo, orientou sobre os cuidados com o nariz e garganta no período de seca em Goiás. Segundo ela, a porta de entrada para germes, vírus, bactérias ou ácaros, acontece por meio das vias aéreas superiores, ou seja, pelo nariz e pela boca. Por isso, é importante manter essas cavidades muito bem hidratadas com o uso do soro nasal.

Para isso, a médica aconselha realizar a lavagem nasal quantas vezes forem necessárias durante o dia. Caso os sintomas não aliviem, é necessário buscar uma avaliação de um médico otorrinolaringologista para identificar se o paciente não desenvolveu um quadro alérgico ou uma irritação desenvolvida por refluxo.

Leia também:

Confira dicas para amenizar consequências do período de seca em Goiás

Inverno terá poucas chuvas e temperatura amena em julho

Massa de ar seco mantém temperaturas elevadas em Goiânia, aponta Cimehgo

Umidade do ar está abaixo do normal em Goiânia

Sobre a prática de atividade física, é recomendado um cuidado especial com a hidratação. A Prefeitura de Goiânia, inclusive, emitiu alerta às pessoas que frequentam parques ou bosques da capital durante esse período. A orientação é que os goianienses evitem exposição ao sol e desgaste excessivo.

Para prática de esportes ao ar livre, o ideal é que se priorize horários em que a temperatura esteja mais amena, antes das 10h e após às 16h.Também é importante evitar o consumo excessivo de isotônicos que contêm sal e glicose, substituindo-os por água de coco.