Era início de uma tarde de chuva fina quando o POPULAR caminhou pelos corredores do Hospital de Campanha para Enfrentamento ao Coronavírus, na última quinta-feira (18). Depois de mais de 602 dias, havia apenas vestígios da realidade de poucas semanas atrás. Portas fechadas, recepção vazia, macas desocupadas. Oito pacientes estavam em Unidades de Terapia Intensiva (...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários