Estado confirma bônus a servidores da Educação de Goiás

A Secretaria de Estado da Educação de Goiás (Seduc) deve manter a integralidade do bônus de produtividade previsto para ser pago aos servidores no próximo mês. O valor do benefício havia ficado em xeque após a titular da pasta, Fátima Gavioli, afirmar, durante reunião com diretores, que a bonificação seria revista por conta da alta abstenção dos estudantes de Goiás no primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado no último domingo (21).

Na reunião virtual com diretores, Fátima afirmou que foi surpreendida negativamente com a abstenção registrada no Estado, a segunda pior do País (confira o quadro). Por conta dos dados, a secretária disse que a pasta estava tendo de “alterar a legislação e o valor do bônus”. O benefício foi aprovado em definitivo pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) na terça-feira (23). Entre os critérios para o pagamento, a expectativa, segundo a gestora, era de que Goiás não ultrapassasse 30% de ausentes no Enem.

Público da Janssen aguarda remessas para segunda dose em Goiás

Goiás aguarda a chegada de mais vacinas da Janssen contra a Covid-19 para aplicação da segunda dose nas cerca de 150 mil pessoas que tomaram o imunizante no estado - 27 mil delas, em Goiânia. Quando foi aprovado, o fármaco era de dose única. Contudo, na semana passada o Ministério da Saúde alterou a indicação, para duas doses - e ainda adiantou que será preciso aplicar um reforço após cinco meses.

A psicóloga Laurísia Lauanda de Pina, de 25 anos, aguarda uma definição. “A gente não parou de trabalhar. Enquanto foi possível, fizemos encontros, reuniões e atendimentos virtuais, à distância. Mas ter a segunda dose nos dá mais tranquilidade.”

Situação de monumentos na Avenida 85 preocupa população, em Goiânia

Sem manutenção, os monumentos dos viadutos da Avenida 85, nas praças do Ratinho e do Chafariz, em Goiânia, preocupam moradores e visitantes. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) informou que zelar das intervenções artísticas está nos projetos da pasta para 2022. A partir da estiagem, a pasta deverá realizar serviços a cada três meses para cuidado com os locais que servem como cartão postal da cidade.

A vendedora Camylla Sena Oliveira, de 26 anos, trabalha bem próximo ao Viaduto Latif Sebba, que fica no cruzamento das Avenidas 85, D e Rua 87, entre os setores Marista, Oeste e Sul e lamenta a falta de cuidado. “Eu vejo muita gente saindo do hotel aqui do lado e vindo tirar foto. Tenho certeza que a foto fica feia porque os espetos estão muito enferrujados, a grama alta, sem cuidado. Goiânia é conhecida lá fora por ser cidade bonita, mas aqui não está, não.”