As equipes de resgate que seguem em busca do último desaparecido no naufrágio de um barco-hotel no Rio Paraguai, em Mato Grosso do Sul, consideram mínimas as chances de encontrá-lo com vida. A avaliação é da sargento Geísa, que lidera as operações no acidente que tem seis mortes confirmadas.  Em entrevista ao POPULAR, Geísa destaca que são vários os fatores...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários