A demanda por exames de Covid-19 aumentou cerca de 30% no Laboratório Estadual de Saúde Pública Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen-GO), referência para a identificação da infecção por coronavírus. O porcentual de positividade, de acordo com a Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO), também cresceu, passando de 14,46% na última semana epidemiológica de 2021, para 28,05% na primeira deste ano.

Ao POPULAR, a pasta também informou que o Estado tem 10 casos suspeitos de flurona – infecção simultânea de coronavírus e do vírus da influenza. Somente um caso de coinfecção de dengue e Covid-19 estava em investigação, mas já foi descartado.

A secretaria informou que uma análise da situação epidemiológica da Covid-19 e do número de pessoas internadas e isoladas no Estado de Goiás está sendo preparada para divulgação na quarta-feira (12), durante reunião do  Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública de Goiás para Enfrentamento ao Coronavírus (COE).


Medidas

A SES-GO declarou que o Estado tem apoiado os municípios com repasse de testes rápidos de antígeno; atuado na investigação de casos suspeitos de coinfecção, com realização de RT-PCR e encaminhamento das amostras positivas para sequenciamento viral e identificação das cepas circulantes,  e o de equipe técnica aos municípios solicitantes.

Além disso, a pasta diz que realiza a promoção de capacitações, a disponibilização de informes e notas técnicas aos profissionais de saúde e a divulgação das medidas de prevenção e de controle junto ao  Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás (Cosems-GO), dentre outras providências.