* Atualizada às 17h50

Chuva intensa derruba árvores por toda capital goiana na tarde desta segunda-feira (15). A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) registrou 56 quedas até às 17h30. 

Os bairros que tiveram registro de quedas de árvore capital são: Aeroporto (2); Alto da Glória (1), Parque das Flores (3);  Parque Amazônia (4), Mansões Goiânia (1), Novo Horizonte (2), Bela Vista (2), Jaó (1), Jardim América (9), Jardim Planalto (2), Jardim Europa (2), Cachoeira Dourada (2), Nova Suíça (1), Setor Bueno (2), Setor Sudoeste (3), Urias Magalhães (7), Criméia Oeste (1), Jardim Petrópolis (1), Jardim Novo Mundo (1), Goiânia 2 (1), Riviera (1), Centro (2), Jardim Ipê (1), Santo Hilário (1) Vila São João (2) e Vila Redenção (1).

No setor Goiânia 2 (veja foto) uma árvore caiu na Avenida Pedro Paulo de Souza, sentido norte. A queda prejudicou o trânsito, que está funcionando em apenas uma das faixas da via.

A chuva foi registrada pelo Instituto Estadual de Meteorologia e Tecnologia Sociais (Iemetes), antigo Sistema de Meteorologia e Hidroglogia do Estado de Goiás (Simehgo), em suas estações de medição. O registro feito pelo medidor da região, que fica localizado no setor Goiânia 2, Região Norte. Foi registrado uma chuva de 7,6 mm d’água, o que é considerado bastante intenso para um período de 20 minutos. Além da chuva, o registro da rajada de vento na região foi de 8,3 m/s. Que corresponde a 30 km/h.

Outras duas estações do Iemetes na capital registraram rajadas fortes de vento. Na estação do autódromo, localizada na Região Sudeste, até às 15 horas não houve registro de chuva. As rajadas de vento, no entanto, chegaram a 39 km/h. E em outra estação, localizada na Região Noroeste, no aeródromo, o registro da precipitação foi de 0,2 mm. As rajadas de vento chegaram a 40 km/h.

Mais cedo, também sem chuva, em uma estação do Iemetes no município de Abadia de Goiás, Região Central do Estado, foi registrada uma rajada de vento de 57 km/h. Até o momento não foram registradas novas chuvas. (Dayrel Godinho é estagiário do convênio GJC e PUC Goiás)