Uma clínica da capital vai ter que pagar indenização de R$ 10 mil por danos morais. A decisão foi do juiz Péricles Di Montezuma, após denúncia de uma mãe que teve um exame negado para sua filha que é portadora de Transtorno de Espectro Autista (TEA). O fato aconteceu em 2020, quando após uma consulta médica a criança diagnosticada com o TEA precisou de um exame ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários