O corregedor-geral de Justiça de Goiás, desembargador Nicomedes Borges, mandou arquivar a reclamação disciplinar proposta ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pelo empresário Maurício Sampaio, de 63 anos, contra o juiz Lourival Machado da Costa, da 2ª Vara Criminal dos Crimes Dolosos contra a Vida e Tribunal de Júri da Comarca de Goiânia. O empresário – que é acus...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários