Quase dois meses depois do aumento de até 168% nas tarifas de pedágios, a Triunfo Concebra, responsável pela administração da BR-060 e BR-153, ainda não apresentou um cronograma de obras para justificar o reajuste. A cobrança pelo documento está sendo feita pelo Ministério Público Federal (MPF), que considera o detalhamento necessário, já que as intervenções estruturais for...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários