Além de discriminação contra autistas, a influencer e maquiadora de Anápolis, Larissa Barbosa, também pode responder por homofobia. A Comissão da Diversidade Sexual e de Gênero da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Anápolis, entregou à polícia uma notícia-crime na qual pede o indiciamento da jovem por racismo contra a população LGBTQI, devido às falas e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários