Atualizada às 20h43 Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE) se posicionou, nesta quarta-feira (4), pela necessidade de responsabilização dos agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) envolvidos na confusão que acabou com estudantes de 11 a 14 anos atingidos por spray de pimenta em uma escola de Goiânia. Para a DPE, há indícios de falta disciplinar e de cri...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários