Uma ocorrência de furto que parecia apenas mais uma ação cotidiana para a Polícia Civil de Aparecida de Goiânia se transformou em um momento de emoção para os delegados Lívio Magno e Luiza Veneranda. Duas meninas de 11 anos que tiveram os celulares furtados em um shopping e depois recuperados foram pessoalmente até a 1ª Delegacia de Polícia da cidade para entregar cartas e chocolates, em um gesto de gratidão.

Após a recuperação dos celulares, a mãe de uma das garotas entrou em contato com a delegacia. Ela contou para a delegada Luiza Veneranda que as meninas, que são colegas de escola, haviam escrito uma carta e gostariam de entregar para os delegados. O encontro aconteceu no último dia 7.

Luiza contou ao POPULAR sobre um dos momentos mais marcantes de sua carreira. “Elas leram a minha cartinha, depois leram a cartinha do Lívio e nos entregaram chocolates. Foi um momento bem emocionante. A gente está acostumado a fazer esse tipo de coisa, é o nosso trabalho, mas foi a primeira vez que recebi um agradecimento dessa maneira”, contou Veneranda.

Uma das cartas das garotinhas agradeceu Lívio e Luiza pelo esforço. “Obrigada por recuperar os nossos aparelhos celulares, que para muitos não tinha sequer importância, mas para nós tem grande valor. Fico feliz por ver o quanto vocês e sua equipe se esforçaram; continuem sempre assim, que Deus abençoe cada um de vocês”, escreveu.

A outra garotinha fez questão de demonstrar a felicidade em ter seu celular de volta. “Sou muito grata, vocês são pessoas incríveis. Desejo muito sucesso e paz para vocês.” Luiza contou ainda que uma das meninas estava de castigo. “O pai dela tinha deixado ela de castigo pra ela aprender a dar mais valor nas coisas e ela me disse: ‘graças a atuação de vocês eu não estou mais de castigo."

Para a delegada esse episódio serviu como uma motivação para seguir com o trabalho investigativo. “Eu costumo dizer que lido com muita matéria pesada. O pior do ser humano. Duas semanas antes eu elucidei o assassinato da vítima Luiza Helena. Esse tipo de gesto, por mais que pareça pequeno, serve como verdadeira injeção de ânimo.”

Leia também:
• Pelo menos cinco pessoas já denunciaram influenciadora que zombou de vagas para autistas

• Celular é encontrado dentro de escova de lavar roupas em presídio de Santa Helena

Entenda o caso

O furto aconteceu no fim do mês de maio. As duas colegas de escola estavam passeando em um shopping, que fica no Setor Central, em Aparecida, com a mãe de uma delas. Após irem ao cinema, elas esqueceram uma mochila com os celulares em determinado local. Quando se preparavam para saírem do shopping, perceberam a falta da mochila e acionaram a segurança do local.

Sem sucesso na busca pela mochila, no dia seguinte a 1º DP foi acionada pela mãe. Luiza Veneranda disse que esse caso chamou sua atenção pelo fato das vítimas serem duas crianças. “Entrei em contato com a mãe, pedi mais informações, as roupas que estavam usando, que horário aconteceu o furto.” As imagens de câmeras de segurança foram solicitadas e o autor do furto localizado.

Os celulares estavam sendo utilizados pelo homem que furtou a mochila e por sua esposa. Após a recuperação, a mãe ficou surpresa e foi local buscar os celulares. Dias depois veio a ligação de pedido das duas garotas para o encontro de agradecimento.