Foi descartada a suspeita de morte por leishmaniose visceral em um paciente de 59 anos que estava internado no Hospital de Doenças Tropicais (HDT), vindo de Porangatu. A Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) informou que foi realizado teste rápido e o mesmo teve resultado não reagente. A pasta ressalta que o Ministério da Saúde considera o teste rápido como d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários