A diarista Maria Rosângela Castro de Macedo Felizardo viveu 13 dos seus 41 anos ao lado do pedreiro José Felizardo da Silva, de 58. No início da noite de 31 de outubro deste ano, um domingo que compunha o feriado prolongado de Finados, ele não resistiu a um acidente na GO-469, entre Abadia de Goiás e Trindade. Na colisão, morreu também a filha do meio da diarista, Da...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários