Em áudio enviado para familiares, João Batista Gomes, pai da estudante Maria Eduarda Vieira Gomes, de 16 anos, contou com entusiasmo que a filha abriu os olhos esta semana depois de um mês de internação em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). “A hora que eu a chamei pelo nome, na terceira vez ela abriu os olhos”, relatou. A aluna ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários