A operação da Polícia Federal que investiga pagamentos de propina dentro do Ministério da Educação (MEC) durante 11 meses culminou na prisão, nesta quarta-feira (22), de dois goianos. De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, entre os presos estão o ex-assessor da Secretaria de Planejamento Urbano da capital, Helder Bartolomeu, e do advogado Luciano d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários