Não somente pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) podem ser desmobilizados com o fim dos recursos do Banco Mundial para o monitoramento do Cerrado, mas também uma equipe de pelo menos 15 cientistas da Universidade Federal de Goiás (UFG). É o que informa o professor doutor Laerte Guimarães, pró-reitor de Pós-Graduação da instituição, que está envolv...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários