O gerente de uma fazenda de Goiás é suspeito de furtar mais de 300 cabeças de gado do patrão e vender os animais para outros dois criadores. Os compradores, segundo a Polícia Civil, teriam emitido documento e notas fiscais do gado para então venderem os animais para produtores rurais que não sabiam do esquema. Na semana passada, a polícia realizou a Operação Duplic...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários