Jhonan Ferreira Brandão, de 27 anos, foi condenado nesta terça-feira (2) a 51 anos de prisão, em regime fechado, pelas mortes de Edson Teixeira Aires e da sobrinha dele, Ana Clara Teixeira Tavares, de apenas 7 meses. Além da tentativa de assassinato de Angélica Teixeira Tavares, mãe da bebê. Em 2013, quando os crimes foram cometidos, Jhonan tinha apenas 18 anos e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários