Um homem comemorou com churrasco por ter reencontrado seu cachorro que estava desaparecido desde a último sábado (23). O animal chamado de Badú, sumiu em um rancho na região de Porto Messias, em São Miguel do Araguaia, e deixou seu dono Anderson Rosa preocupado.

Durante as cerca de 48 horas em que o cachorro ficou desaparecido, a família se desesperou por terem muito apego ao bichinho de estimação. A filha de Anderson, Ana Carla, conversou com a reportagem e contou que Badú está na família dela há 3 anos e que todos na casa têm muito carinho por ele.

A história do sumiço de Badú começou quando Anderson levou o cachorrinho até a casa dos avós de Ana Carla, em Porto do Messias. Mas o pais de Ana precisaram voltar para Luiz Alves e deixaram o cachorro sob os cuidados dos tios dela. Em determinado momento da noite um deles abriu a porta e Badú fugiu. A partir daí começou a procura: uma verdadeira força-tarefa para achar o animal de estimação da família.

“Pegaram canoa, andaram no rio chamando ele durante a noite. Vararam a madrugada. Meu pai me ligou no domingo pedindo ajuda. A gente foi pro meio do mato, nas beiradas do rio. Andamos a pé, de cavalo, de carro” conta Ana Carla.

Foi aí que ela teve a ideia de fazer os folders sobre o desaparecimentos pedindo ajuda para os moradores da região. Na segunda-feira de manhã, um dos fazendeiros da região deu informações que levaram ao paradeiro do “cachorrinho amarelo”.

Segundo Ana Carla, toda família se uniu em orações porque todos são muito apegados aos animais de estimação. Além do Badú ainda tem a Mel, que inclusive aparece nas filmagens da comemoração.

Anderson tem o hábito de comemorar as festas com churrasco e não foi diferente com Badú. A alegria foi tanta por reencontrar o amigo de quatro patas, que ele não pensou duas vezes em fazer uma festa para o Badú, chamando os amigos e vizinhos para o momento.

AS AVENTURAS DE BADÚ

Ana Carla contou como o cachorrinho foi parar em sua família. Segundo ela, seu pai é caminhoneiro e em certa viagem se deparou com um fazendeiro jogando filhotes de cachorro dentro de um rio.

Foi então que Anderson pegou o cachorro e levou pra casa, cuidando com muito amor do animal. Aquele primeiro destino trágico evitado por Anderson se junta agora à aventura de ter perdido e encontrado Badú, e mais uma vez ter evitado um trágico final para o cachorrinho caramelo.