Uma nova sentença, publicada nesta quinta-feira (25), condenou João Teixeira de Faria, o João de Deus, a 44 anos e 6 meses de reclusão em regime inicialmente fechado pela prática de dois crimes de estupro e dois de estupro de vulnerável. O réu permanece em prisão domiciliar decretada em outro processo e poderá recorrer da sentença no prazo legal. A Justiça fixou ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários