Nesta segunda-feira (31), João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, foi condenado a mais quatro anos de reclusão por crime de violação sexual mediante fraude. O fato do crime, conforme a denúncia, ocorreu em agosto de 2018  contra uma mulher. O líder religioso também terá que pagar à vítima indenização por danos morais no valor de R$ 20 mil. Ele teve o...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários