Os condutores de uma caminhonete Hilux e de uma BMW, envolvidos em uma acidente que culminou na morte de uma adolescente de 15 anos na madrugada do último sábado (7), no Jardim América, em Goiânia, devem se apresentar à polícia nesta terça-feira (10). De acordo com a Delegacia de Crimes de Trânsito, há informações de que os motoristas apostavam “racha” na avenida T-9 quando o condutor da Hilux perdeu o controle do veículo e capotou.

Após o acidente, o motorista da caminhonete foi levado para o hospital, mas fugiu da unidade. Já o homem que dirigia a BMW evadiu do local do ocorrido. De acordo com o delegado Thiago Damasceno, o advogado dos dois negocia a apresentação de seus clientes para amanhã.

O acidente

Conforme a Dict, os ocupantes da Hilux e da BMW estavam em uma boate da capital consumindo bebidas alcoólicas. Após deixarem o local, segundo testemunhas, os condutores teriam apostado um “racha”, dirigindo em alta velocidade na avenida T-9.

No entanto, próximo ao cruzamento com a Avenida C-231, o motorista da caminhonete perdeu o controle da direção, invadiu o canteiro central, capotou na pista e atingiu os comércios Conseg Mais e Soluti. Imagens de câmeras de segurança mostram o exato momento do acidente.

Além do motorista, outras cinco pessoas estavam na caminhonete. Uma delas, identificada Marcella Sonia Gomes do Amaral, de 15 anos, foi arremessada do veículo e morreu ainda no local.

Outros dois passageiros do veículo foram levados para o Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo). Wictor Fonseca, que também foi arremessado, está intubado e sedado na UTI com escoriações “difusas na face”. Seu estado é considerado gravíssimo. Já Ana Luiza de Almeida Sucupira está internada na enfermaria, consciente e com respiração espontânea. Seu estado geral é estável.

Leia também:

Vídeo mostra momento que caminhonete capota no Jardim América, em Goiânia

Goiânia registra pelo menos 7 mortes no trânsito em menos de 24 horas