A pedido de movimentos sociais, o Ministério Público de Goiás (MP-GO) criou um grupo de trabalho para tentar encontrar soluções e garantir o direito de moradia digna para mais de 1.200 famílias, cerca de 5 mil pessoas, que vivem em sete ocupações urbanas na região metropolitana de Goiânia. Conduzido pelo Núcleo Permanente de Incentivo à Autocomposição (Nupia), o grup...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários