Em resposta ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Ministério Público de Goiás (MP-GO) reforçou seu posicionamento contrário à federalização das investigações de aproximadamente 40 casos de crimes registrados no Estado. O documento sobre a situação dos procedimentos foi protocolado, em 7 de junho, no STJ, e encaminhado ao ministro-relator do Incidente d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários