Denúncias de tortura, problemas com alimentação e dificuldades de acesso dos presos aos advogados e familiares estão entre os pontos que serão investigados pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) dentro do sistema prisional goiano, especialmente no complexo de Aparecida de Goiânia e dos presídios de Anápolis e do Entorno do Distrito Federal. A determinação foi feita pelo ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários