A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão temporária contra uma mulher, de 38 anos, no apartamento onde ela mora, no setor Bueno, em Goiânia, nesta quarta-feira (5). A investigação aponta que ela é suspeita de ser cúmplice na morte do tabelião Luiz Fernando Alves Chaves, de 40 anos, que era titular do Cartório de Registro de Imóveis de Rubiataba e foi encontrado m...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários