Atualizada às 15h17 de 26/7

A nova Carteira Nacional de Identificação começa ser emitida no dia 4 de agosto, em Goiás. De acordo com a Receita Federal, os institutos de identificação dos estados e do Distrito Federal serão responsáveis pela confecção do novo documento.

A troca do modelo antigo para o novo modelo não é obrigatória, pois a validade do atual modelo é de 10 anos e ele segue valendo mesmo com a chegada da nova carteira.

Com a nova identidade, o número do RG antigo deixa de existir e apenas o CPF é considerado. Segundo o governo, o objetivo é unificar o número do documento em todas as unidades dos institutos de identificação, como também, reduzir os riscos de fraudes.

O novo documento vai conter as seguintes informações: número do CPF, nome completo, nome social (se tiver), o sexo, nacionalidade, local do nascimento do titular e a foto. 

A Receita Federal informou que não haverá cobrança para a realização da primeira via da carteira de identidade nacional. A versão digital fica disponível para quem tem cadastro na plataforma digital do Governo Federal, após a retirada do modelo físico. 

No Brasil, atualmente, cada região pode emitir o documento e, na prática, uma pessoa pode até ter 27 números de RG. A Polícia Civil de Goiás informou, no entanto, que ainda não há previsão para emitir o novo modelo da carteira de identidade no estado. 

Como emitir nova identidade 

Para obter a nova identidade, o requerente deve se dirigir até uma unidade de Segurança Pública de Goiás e apresentar a certidão de nascimento ou de casamento em formato físico ou digital. 

O documento será expedido em papel de segurança ou em cartão de policarbonato (plástico), além do formato digital. Em média, a retirada no documento acontecerá após 15 dias úteis.

Em casos em que for necessário regularizar o CPF ou corrigir informações, deve-se fazer isto antes de pedir a emição da nova identidade. Este serviço é oferecido de forma gratuita pela internet no site da Receita Federal.

Serão solicitados documentos, de acordo com cada situação, assim o órgão fará a atualização necessária. 

Leia também:

- Beneficiárias do Programa Mães de Goiás passam a contar com central de teleatendimento

- Programa Expresso disponibiliza 110 serviços completamente digitais