O engenheiro Alexandre José da Silva Neto, que matou o próprio filho na tarde desta terça-feira (15), no Setor Aeroporto, em Goiânia, teria discutido com o jovem sobre o envolvimento do universitário de 20 anos nas ocupações escolares contra a PEC 55, que limita os gastos públicos. Segundo testemunha que não quis se identificar, a briga teria motivado o crim...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários