Três homens morreram na madrugada desta quarta-feira (11) após uma ação policial da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitana (Rotam), ocorrida na BR-153, em Goiânia. De acordo com a Polícia Militar (PM), um deles liderava uma facção criminosa que atuava em Goiânia e região e possuía diversas passagens criminais, como tráfico e homicídio.

Segundo a corporação, o confronto que terminou na morte dos três começou em Aparecida após os policiais receberem denúncia de que um deles estaria recolhendo dinheiro fruto de tráfico e distribuindo drogas no setor Jardim Bela Vista, em Aparecida.

A PM informou que os homens receberam ordem de parada, mas fugiram da abordagem.

Houve intensa perseguição no município que terminou na BR-153, em Goiânia, na região do Aeroporto Santa Genoveva. De acordo com a polícia, um deles, apontado como o líder de uma facção, era foragido da Justiça e tinha passagens por tráfico, homicídio e roubo.

A PM informou ainda que os policiais e os suspeitos trocaram tiros. Os três teriam tentado fugir a pé, mas foram atingidos e vieram a óbito ainda no local. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado e fez a remoção dos corpos.

À reportagem, policial da Rotam informou que nomes não estão sendo divulgados, nem mesmo de foragidos. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) para identificar os suspeitos e aguarda retorno.

Foram apreendidos dois revólveres calibre .38, uma pistola calibre .9mm e seis peças de maconha.

Leia também:

Motociclista morre após colidir contra mureta de proteção na BR-153, em Aparecida

PRF apreende pasta base de cocaína avaliada em R$ 1,6 milhão dentro de ônibus, em Jussara