O cabo da PM de Goiás, Francisco de Assis Jesus dos Santos Soares de Oliveira, foi preso nesta quinta-feira (28) acusado de aplicar um golpe que soma R$ 1 milhão em 20 colegas lotados no Batalhão de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), onde ele atuava. O golpe envolvia supostas orientações sobre aplicação em criptomoeda, ativos de renda variável e apostas e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários