Um despacho da Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO) que pede monitoramento dos assentamentos da região da cidade de Goiás foi recebido com receio por líderes de movimentos sociais. O documento assinado no dia 11 deste mês solicita, entre vários itens, a identificação de vínculos políticos de assentados.O despacho assinado pela 2ª Seção do Estado Maior Estratégi...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários