Um homem foi preso em Goiânia no último dia 9 de maio, segunda-feira, suspeito de ser o líder de uma associação criminosa que aplicava o chamado golpe do “novo número”. As investigações duraram meses e tiveram início após uma idosa do Paraná ser vítima do crime e ter um prejuízo de R$ 15 mil. Ao POPULAR, o delegado William Bretz explicou que, nesse tipo de golpe, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários