A Secretaria Municipal de Finanças de Goiânia (Sefin) requisitou por ofício a devolução de R$ 30,9 milhões das sobras do duodécimo repassado pela Prefeitura à Câmara Municipal em 2021. O documento foi encaminhado nesta semana pela própria pasta e, conforme O POPULAR apurou, irritou o presidente do legislativo, o vereador Romário Policarpo (Patriota). Isso porque já h...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários