A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) prendeu em flagrante, na manhã desta sexta-feira (29), Raione Josafá Santana Coelho, conhecido como Nino, em Senador Canedo. Segundo a polícia, ele é um dos principais integrantes de uma facção criminosa de atuação nacional especializada em tráfico de drogas e roubo de cargas, principalmente em Goiás, no Pará e Rio de Janeiro.

Nas redes sociais, Nino ostentava fotos de armamento de grosso calibre e drogas. Ele também fazia ameaças a policiais, de acordo com a PC. O suspeito foi abordado por policiais militares da Rotam por volta de 11 horas, na Região Metropolitana de Goiânia, e recebeu voz de prisão em flagrante após apresentar um documento falso, em nome de outra pessoa. A audiência de custódia do suspeito está marcada para a tarde deste sábado (30).

Raione foi encontrado em Senador Canedo por meio de uma operação conjunta entre a Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), a Polícia Civil do Pará e a PM de Goiás. Ele estava foragido do sistema prisional desde 16 de abril de 2020 e era procurado pela operação policial em Goiás há cinco dias.

De acordo com a Polícia Civil, Nino comandava a distância diversas ações criminosas no Pará e em Goiás. Ele já foi indiciado em três investigações da Decar pelos crimes de roubo com emprego de arma de fogo e restrição da liberdade da vítima. A PC acredita que a divulgação pública da imagem de Raione possa auxiliar na localização de testemunhas, vítimas e provas de crimes.

Leia também:

PM apreende R$ 2,5 milhões em ouro durante operação policial, em Aparecida de Goiânia 

- PM da Rotam é preso acusado de aplicar golpe de R$ 1 milhão em colegas