A Polícia Penal de Goiás transferiu, nesta quinta-feira (28), presos envolvidos nas mortes ocorridas na Casa de Prisão Provisória (CPP), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, para presídios de segurança máxima. A corporação alega que os detentos são "extremamente violentos" e "assassinaram, cruelmente, colegas de cela" com o objetivo de desestabilizar o Sistema d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários