Goiás tem primeira morte por ômicron e Covid avança

O município de Aparecida de Goiânia registrou, nesta quinta-feira (6), a primeira morte por Covid-19 causada pela variante ômicron no País. Diante do registro, especialistas e autoridades sanitárias dizem que o momento é de cautela. As análises citam a necessidade de observar as características da nova mutação, os números contabilizados e a rede de proteção já disponível contra o vírus.

A morte foi de um morador da cidade que tinha 68 anos, tinha doença pulmonar obstrutiva crônica e hipertensão arterial. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o paciente tinha tido contato com outro caso que a pasta já havia confirmado como infecção pela variante.

Trincheira de complexo viário de Goiânia pode ser liberada antes do previsto

A Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra) de Goiânia estuda liberar parte das pistas da trincheira do Complexo Viário Luiz José Costa, localizado no cruzamento da Avenida Jamel Cecílio com a Marginal Botafogo, para que motoristas que trafegam pela marginal no sentido centro-sul possam seguir em direção ao Setor Pedro Ludovico e à Segunda Radial sem precisar passar pelo desvio sobrecarregado pela Rua PL-3 até a Jamel Cecílio e às ruas do Setor Pedro Ludovico.

O prazo para a entrega do complexo, que leva o nome do cantor Leandro, falecido em 1998, da dupla com Leonardo, é em maio e apesar da intenção de liberar a trincheira antes não há uma data para isso. Neste trecho da obra falta asfaltar as vias e fazer a marcação do meio-fio e sinalização. Como estamos no período de fortes chuvas, é considerado um serviço mais demorado, refém da meteorologia.

Após suspeita, Caiado indica novo diretor para a Saneago

Após suspeita de irregularidades em contrato da Saneago, o governador Ronaldo Caiado (DEM) indicou o diretor-executivo de Liquidação de Estatais da Secretaria de Administração (Sead), Edson Sales de Azeredo Souza, para ocupar a diretoria de Gestão Corporativa da empresa. Se o nome for aprovado pelo comitê de elegibilidade e pelo conselho administrativo da companhia, ele substituirá Silvana Canuto Medeiros, que supostamente está envolvida em irregularidades em contrato do almoxarifado virtual da Saneago.

Silvana também ocupava, até quarta-feira (5), o cargo de diretora-presidente interina da Saneago. Ela foi nomeada para substituir o titular, Ricardo Soavinski, durante as férias dele, de 23 de dezembro de 2021 até 9 de janeiro de 2022. No entanto, portaria publicada no final da tarde de quarta, assinada por Soavinski, nomeou o diretor comercial Hugo Cunha Goldfeld para a presidência interina da companhia até o retorno do titular.