A corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) arquivou temporariamente os autos de apuração de supostas parcialidades cometidas pelo juiz Lourival Machado da Costa em relação ao julgamento do assassinato do jornalista esportivo Valério Luiz de Oliveira e encaminhou para a Corregedoria-Geral de Justiça do Estado de Goiás. A reclamação disciplinar foi feita p...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários