Atualizada às 15h0. Um pastor foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (20) em Rio Verde, no Sudoeste de Goiás. O investigado foi detido por porte ilegal de munição, por suspeita de agredir o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale (UB), enquanto o político aguardava a chegada do presidente Jair Bolsonaro (PL), e por fingir ser funcionário público. O delegado Luis Eduardo Silva contou que o homem te...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários