Ajudar na elucidação de crimes e devolver a história pessoal a cadáveres que chegam ao Instituto Médico Legal (IML) sem documentação e sem identificação tem sido o trabalho de papiloscopistas do Instituto de Identificação da Polícia Civil. O aprimoramento de técnicas já existentes, tecnologia e servidores especializados tem ajudado a diminuir o número de casos em inv...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários