A Seção Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), que reúne os desembargadores das 1ª e 2ª Câmaras, havia obtido maioria para derrubar a liminar que suspendia a multa no valor de 100 salários mínimos aos advogados do empresário Maurício Borges Sampaio por abandonarem o júri pela morte do jornalista Valério Luiz de Oliveira no dia 2 de maio, mas o jul...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários