O vice-presidente da Associação Goiana das Indústrias de Confecções (Agicon) e presidente da Câmara de Moda da Acieg, Reginaldo Abdala, reconhece que a alta de preços e a falta de mercadorias são dois problemas sérios enfrentados pelo setor hoje. “Além da alta, faltam aviamentos ou cores específicas. Quem quiser algo diferente, tem que tingir a linha”, diz. Segun...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários