Com a intenção de fazer caixa e de olho na alta rentabilidade do mercado imobiliário, o Estado vai vender pelo menos 17 áreas públicas até o fim do ano. A expectativa é arrecadar, nas duas primeiras etapas de venda, pelo menos R$ 616 milhões, que serão investidos em projetos sociais instituídos pelo Programa de Ação Integrada de Desenvolvimento (PAI). Entre os terrenos...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários