Alunos do Ensino Médio da rede estadual de ensino vão receber R$ 111,92 a partir de agosto para realização de compras. O valor teve reajuste de R$ 11,92 e começará a ser pago em agosto com validade até dezembro, segundo informou a Secretária de Estado da Educação (Seduc). Em 2023, o Bolsa Estudo terá nova correção monetária.

Segundo dados da Seduc, são 230 mil estudantes contemplados e com esse reajuste o Governo de Goiás passa a investir R$ 25,7 milhões no programa Bolsa Estudo, que foi lançado em 2021 e de acordo com o órgão tem o objetivo de combater a evasão escolar entre os jovens matriculados no Ensino Médio. Em levantamento feito pela pasta, em maio de 2021, 34% dos alunos desta etapa de ensino informaram que deixaram a escola por causa da necessidade de trabalhar.

Para ser contemplado e receber o valor mensal do programa, o aluno precisa seguir algumas regras, como: ter uma frequência mínima mensal de 75% e média igual ou superior a 6,0 em todas as disciplinas. O crédito do Bolsa Estudo é depositado no cartão entregue nas escolas, e pode ser utilizado para a realização de compras. Ao todo, são 10 parcelas repassadas pelo programa ao longo do ano para os estudantes.

Leia também:

- Aluna da UFG cria bloco de concreto que pode reduzir calor dentro das casas

- Estudante que bateu cabeça durante aula de ginástica recebe alta após 3 meses de internação