O balanço das investigações de ciberataques decepciona. Os principais ataques hacker a órgãos do governo durante a pandemia e a investigação sobre o caso do "megavazamento" --a venda de dados pessoais de 223 milhões de brasileiros na internet--, ocorrido há cerca de um ano, ainda estão sem resposta. Entres as ofensivas cibernéticas mais recentes, a PF (Polícia Federa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários