O goleiro Ronaldo saiu em defesa do técnico Jorginho, que vive momento de pressão no comando do Atlético-GO. Para o jogador, a culpa pelo momento do Dragão na Série A é de todos e o treinador não deve ser considerado como único culpado. O time atleticano não vence no Brasileirão há seis jogos e terminou o 1º turno na zona de rebaixamento.

“Todo mundo tem culpa, todos estão no mesmo barco e conversamos bastante. A culpa não é do Jorginho, todos nós estamos errando. O Jorginho monta o time, mas nós que jogamos, que tomamos as decisões. A gente sabe que tem deixado a desejar, mas estamos nos fortalecendo e buscando unir as forças. Está chegando gente nova (contratações) que vai agregar”, argumentou Ronaldo em defesa ao treinador do Atlético-GO.

O defensor reconheceu que o Atlético-GO não vive bom momento no Brasileirão, apesar das boas atuações que tem apresentado nas copas do Brasil e Sul-Americana em que está nas quartas de final nos dois torneios.

Leia também
Atlético-GO x Corinthians: confira informações sobre a venda de ingressos
Técnico do Atlético-GO sobre trabalho: 'se for abortado, lamento profundamente'

“Temos que pedir desculpas à torcida. São cinco derrotas que nos deixam tristes e chateados. O turno acabou agora e a gente sabe da importância que é a permanência na Série A. Vamos nos fechar para que no 2º turno nós possamos recuperar os pontos perdidos”, falou o jogador atleticano.

Para Ronaldo, os cinco primeiros jogos no returno serão determinantes para a recuperação do Atlético-GO na Série A. Os adversários do Dragão na sequência citada são Flamengo (fora), RB Bragantino (casa), Botafogo (fora), Cuiabá (casa) e Goiás (fora).

“Como falei, tem de ser um campeonato de recuperação. Largamos o campeonato perdendo jogos no detalhe, tomamos empates nos finais dos jogos e perdemos o jogo para o Goiás com um jogador a mais. Os cinco primeiros jogos (do 2º turno) serão cruciais, serão jogos de vida ou morte, já que temos que nos recuperar”, opinou Ronaldo.

O jogador acredita que o fato do Brasileirão ter jogos mais equilibrados explica a diferença do momento que a equipe vive na temporada, com resultados positivos nas Copas e má fase na Série A.

“O Brasileiro é equilibrado, você joga diferentes tipos de jogos e estratégias diferentes. Copa são 180 minutos, com jogos difíceis, mas o crucial tem sido o calendário. Não conseguimos bons resultados no primeiro turno por causa do elenco não ser tão grande, com a chegada de peças podemos dar sustentação a equipe para evoluir no Brasileiro e seguir bem nas Copas”, salientou o goleiro atleticano, que vê o time forte para os confrontos contra o Corinthians na Copa do Brasil, apesar do calendário apertado.

O jogo de ida entre as equipes, pelas quartas de final, será nesta quarta-feira (27), no Estádio Antonio Accioly, a partir das 21h30. 

“O calendário está corrido, nem treinamos muitas vezes. Jogamos ontem (domingo, contra o América-MG), regeneramos hoje (segunda), joga quarta, depois viaja por uma semana. A chegada dos novos jogadores pode ajudar a rodar a equipe, vamos tentar ir o mais forte possível nas três competições”, concluiu o goleiro Ronaldo.