Apesar da diferença no nível de investimento que separa Atlético-GO e Corinthians, o Dragão tem ainda fresco na memória o exemplo de que pode superar o adversário paulista nas quartas de final da Copa do Brasil. Do atual elenco, apenas dois jogadores podem repetir a dose e eliminar o Corinthians pela segunda vez, com o Dragão, no mata-mata da competição nacional.

Na temporada passada, atleticanos e corintianos se encontraram na 3ª fase da Copa do Brasil. O Dragão não se intimidou com o poderio do alvinegro paulista e avançou com uma vitória em São Paulo e um empate, no jogo da volta, no Estádio Antônio Accioly.

Comandado à época pelo técnico Eduardo Barroca, o Dragão foi surpreendente e fez a vantagem nos primeiros 20 minutos, dos 180 que compõem a decisão no estilo mata-mata. Em Itaquera, ainda sem presença da torcida em razão da pandemia da Covid-19, o Dragão abriu o placar com o atacante Ronald e ampliou, aos 20, com o meia João Paulo.

Com a boa vantagem adquirida de forma tão rápida, coube ao Atlético-GO negar espaços para o Corinthians e administrar tanto o restante da partida na Neo Química Arena quanto o jogo da volta, em Goiânia, também com portões fechados.

Leia também
Atlético-GO x Corinthians: confira informações sobre a venda de ingressos
Técnico do Atlético-GO sobre trabalho: 'se for abortado, lamento profundamente'

O que chama atenção é que pouco mais de um ano depois da classificação sobre o Corinthians, apenas dois jogadores poderão repetir o feito com a camisa do Atlético-GO.

Naquela eliminatória, Eduardo Barroca utilizou 17 jogadores diferentes nas duas partidas. O lateral direito Dudu e o volante Marlon Freitas são os únicos que poderão jogar novamente a eliminatória neste atual elenco.

Outro jogador que esteve em campo nas duas partidas contra o Corinthians foi o volante Willian Maranhão. No entanto, o meio-campista poderá contribuir desta vez somente fora das quatro linhas, em conversas com os jogadores que estão aptos a jogar. Willian Maranhão está de volta ao Dragão, mas não pode jogar a Copa do Brasil, pois entrou em campo contra o Coritiba pelo Santos, seu ex-clube.

Jogadores do Dragão que eliminaram o Corinthians em 2021

 

Ida: Fernando Miguel; Dudu (Matheus Oliveira), Nathan Silva, Éder e Igor Cariús; Willian Maranhão, Marlon Freitas e João Paulo; Ronald (Arnaldo), Zé Roberto (Lucão) e Natanael (Pablo Dyego).
Volta: Fernando Miguel; Dudu, Nathan Silva, Éder e Igor Cariús (Arthur Gomes) (Arnaldo); Willian Maranhão, Marlon Freitas e João Paulo (Oliveira); Ronald (Pablo Dyego), Zé Roberto (Lucão) e Natanael.
*O técnico era Eduardo Barroca

RETROSPECTO

Desde que passou a frequentar a Série A do Campeonato Brasileiro de pontos corridos, em 2010, o Dragão passou a travar duelos equilibrados com o Corinthians, tanto pelo Brasileirão quanto pela Copa do Brasil. Os dois clubes viveram sequências de invencibilidade sobre o outro no período, sendo que o Dragão conseguiu ficar mais jogos sem perder para o adversário.

Após vencer os dois jogos em 2010 pelo Brasileirão, inclusive com uma vitória histórica por 4 a 3 no Pacaembu, o Atlético-GO passou as cinco partidas seguintes pela competição nacional sem conseguir derrotar o Corinthians.

No entanto, o Dragão reverteu a situação ao passar sete confrontos consecutivos sem ter sido derrotado pelo alvinegro paulista, incluindo a classificação na 3ª fase da Copa do Brasil do ano passado. O período de invencibilidade atleticana só teve fim no 1º turno do Campeonato Brasileiro deste ano, quando o Atlético-GO foi derrotado, por 1 a 0, no Estádio Antônio Accioly.