Para o primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, os dois times tiveram poucas novidades. No Atlético-GO, Airton foi titular no ataque após ser destaque na virada sobre o Juventude no Brasileiro. O Goiás voltou ao sistema com três zagueiros, com o qual tem se saído melhor na temporada.

Veja o desempenho de cada jogador e nota da atuação de acordo com a reportagem do POPULAR.

ATLÉTICO-GO
Ronaldo – Fez ótima defesa com os pés e evitou a derrota. Nota 7
Hayner – Fez muita fumaça no 1º tempo, mas pecou em algumas decisões. Nota 6.
Ramon – Fez uma partida segura, sem erros técnicos graves. Nota 6.
Edson – Passou segurança para o setor defensivo e brigou bem com Pedro Raul. Nota 6.
Jefferson – Futebol burocrático e de pouca força ofensiva. Nota 4.
Gabriel Baralhas – Partida séria, mas com poucos momentos de destaque. Nota 5.
Marlon Freitas – Apresentou-se em uma rotação inferior aos demais da equipe. Nota 4.
Jorginho – Liderou o meio-campo do Dragão, mas esbarrou em forte marcação. Nota 6.
Airton – Teve dificuldades para superar a marcação esmeraldina, mesmo com muita velocidade. Nota 5
Wellington Rato – Muita disposição e pouca inspiração. Saiu machucado no 1º tempo. Nota 5.
Luiz Fernando – Boa movimentação tanto por fora quanto por dentro. Nota 6.
Léo Pereira – Entrou para apresentar algo diferente, mas pouco acrescentou. Nota 4.
Arthur Henrique – Tentou dar mais apoio pelo lado esquerdo. Nota 4.
Shayllon – Pouco tempo em campo. Sem nota.
Técnico: Jorginho – Não conseguiu superar a marcação proposta por Ventura. Nota 5.

GOIÁS
Tadeu – Não foi muito exigido durante a partida e se comportou bem com os pés. Nota 6.
Da Silva – Saiu de campo lesionado aos cinco minutos de jogo. Sem nota.
Reynaldo César – Sempre seguro e preciso nas rebatidas. Nota 6.
Caetano – Não comprometeu o sistema defensivo. Nota 5
Maguinho – Atuação discreta, sem muitos vacilos ou brilhos. Nota 5.
Diego – Se comportou bem no meio e melhorou na lateral. Nota 6.
Matheus Sales – Fez boa marcação no meio-campo. Nota 6.
Élvis – Liderou a equipe em campo e teve a chance do jogo. Nota 7.
Dadá Belmonte – Teve muitas dificuldades para marcar Hayner. Nota 4.
Vinícius – Partida discreta e de pouca criatividade do atacante. Nota 5.
Pedro Raul – Muita luta e disposição no samba de uma nota só do Goiás. Nota 6.
Yan Souto – Entrou com personalidade e ganhou praticamente todas. Nota 7
Juan Pablo – Discreto, teve um pouco de dificuldades com Hayner. Nota 4.
Caio Vinícius – Poucos minutos em campo, mas quase marcou para o Goiás. Nota 4.
Luan Dias – Se movimentou bem e enervou a marcação adversária. Nota 5.
Fellipe Bastos – Pouquíssimos minutos em campo. Sem nota.
Técnico: Jair Ventura – Armou bem a equipe e foi feliz nas alterações. Nota 7.